XVII EVQFM - Diário UFRJ LASSBio
28 de janeiro de 2011

Sexta-feira
Quinto Dia
Dia derradeiro da XVII Escola de Verão
por Lucia Beatriz Torres
Em pleno Rio 40 graus, quem diria que um evento nas férias acadêmicas iria atrair tantos amantes da Química Farmacêutica Medicinal para o Centro de Ciências da Saúde, no Campus Fundão/UFRJ. Nesta 17ª edição, a Escola de Verão recebeu mais de 150 estudantes de diversas partes do Brasil. Foi uma semana de intensa programação, ao todo foram ministrados 6 cursos (sendo um Tutorial) e 5 conferências.  Especialistas brasileiros e estrangeiros se revezaram para trazer aos estudantes da Escola de Verão discussões sobre temas de fronteira da Química Farmacêutica Medicinal. 

Encerrando o ciclo de Conferências da XVII Escola de Verão, tradicionalmente o evento traz um professor prata-da-casa para falar sobre pesquisas desenvolvidas no âmbito do Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas (LASSBio). Esse ano foi a vez do Prof. Carlos Alberto Manssour Fraga (UFRJ) proferir a conferência “Avanços Recentes na Identificação de Protótipos N-Acilidrazônicos Cardioativos: Caracterização de Fragmento Molecular Privilegiado”. Falando sobre o mesmo projeto de pesquisa apresentado na conferência de terça-feira pelo farmacologista Roberto Takashi Sudo (UFRJ), o Prof. Manssour apresentou o tema sob a ótica da Química Farmacêutica Medicinal.

Quebrando um pouco a rotina da sala de aula, o evento encerrou-se na tarde de hoje com uma exposição de painéis e pôsteres de trabalhos do Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas (LASSBio) apresentados em congressos ao longo de 2010. O objetivo foi promover uma maior aproximação dos estudantes da Escola com as pesquisas que são desenvolvidas pelo laboratório anfitrião do evento. Uma visita guiada ao LASSBio matou a curiosidade dos estudantes que passaram a semana inteira vendo nos cursos e conferências as estruturas químicas das moléculas criadas no laboratório.

Com uma multi e interdisciplinaridade de temas, a XVII Escola de Verão foi desde a “Introdução à Química Farmacêutica Medicinal”, passando pelo “Metabolismo de Fármacos e Interação Medicamentosas” e “Farmacologia da dor e analgesia”, mergulhou no virtual com o “Química Computacional e Modelagem Molecular” compartilhando o conhecimento estrangeiro no “Highlighs in Medicinal Chemistry”,  finalmente chegando até a ponta da cadeia da inovação no “Do grama ao Kilograma: Desafios de uma ampliação de escala”. Agora é esperar passar as estações do ano para que chegue, em 2012, a XVIII Escola de Verão.

Patrocinadores Oficiais