XVII EVQFM - Diário UFRJ LASSBio XVIII Escol de Verão em Quimca Farmacêutica e Medicinal
26 de janeiro de 2012
Quinta-feira
Quarto Dia

"Modelagem Molecular na Berlinda da Escola de Verão"
por Lucia Beatriz Torres

Ao contrário do quem muitos pensam, não é tão caro montar uma plataforma de modelagem molecular. “Com o barateamento dos laptops e a disponibilidade de baixar programas gratuitos na web a modelagem molecular ficou mais acessível. Hoje o custo já não é um problema, como no passado” – desmistificou o Prof. Carlos Maurício Rabello Sant´Anna, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), na conferência que proferiu hoje na XVIII Escola de Verão.

Apresentando o tema: “Métodos de Modelagem no estudo das razões moleculares da atividade biológica” o professor Carlos Maurício, portador de uma didática invejável, apresentou diversas técnicas computacionais empregadas para o desenho de novos candidatos a fármacos. Ao final de sua conferência o especialista, entretanto, ressaltou que a modelagem molecular sozinha não representa muita coisa para a Química Medicinal e deve estar sempre interagindo, andando lado a lado com o trabalho dos químicos medicinais e farmacologistas.

Interessada em montar uma plataforma de modelagem molecular em seu laboratório, a professora peruana Dra Maria Elena Montoya da Universidad Nacional Mayor de San Marcos ficou feliz ao saber que agora essas ferramentas computacionais estão mais acessíveis. Maria Helena que veio para a Escola de Verão como uma forma de se atualizar, comparou o que está sendo desenvolvido aqui com o que o seu grupo faz no Peru. “Percebi que fazemos um trabalho muito similar, ou seja, não estamos atrasados. O que diferencia é que ainda não temos as ferramentas computacionais, precisando avançar nessa área, tecendo colaborações com o Brasil” – observou a professora.

Harold Hilorion Fokoue é natural de Camarões e está fazendo doutorado em Química Orgânica na Universidade de São Paulo (USP). Quando assistiu a primeira conferência da Escola de Verão confessou que ficou um pouco decepcionado, pois o especialista focou sua fala apenas nos resultados, não dando muitos detalhes sobre a metodologia. “Isso acontece em todos os congressos que eu vou” – observou o doutorando. Inscrito no curso “Highlights in Medicinal Chemistry”.
 
Amanha será o dia do Prof. José A. S. Cavaleiro da Universidade de Aveiro (Portugal)  e nesta tarde do quarto dia se encerrou o curso “Propriedade Intelectual/patentes” ministrado pelo Dr Alexandre L. Lourenço do INPI.

Galeria de fotos
Realização:
  • UFRJ
  • LASSBio
Patrocínio:
  • SINC do Brasil
  • Cristália
  • Servier do BrasilEMSTedia do Brasil